A Viagem de Théo

E viva o Carnaval !!! Você sabia que a esta festa é, ao menos no que diz respeito à data, uma festa “católica”? É isso mesmo, católicos também se divertem ! Mas gostaria hoje de aproveitar esse “clima religioso” para deixar mais uma indicação de leitura para vocês. O livro em questão tem como título “A Viagem de Théo” de Catherine Clément.

Esse livro, como o próprio no sugere, trata de uma viagem que a personagem de Théo, juntamente com sua tia Marthe, faz pelo mundo das religiões. De certa forma esse livro tem uma semelhança com outro que já havia indicado aqui: O Mundo de Sofia. Ambos trabalham com temas considerados por muitos como árduos e conseguem, bem ou mal, apresentá-los em uma linguagem um pouco mais próxima dos adolescentes. No caso deste livro, “A Viagem de Théo”, a autora levará o leitor a um passeio pela história das religiões. Para tanto, ela vai usar a figura do jovem Théo, um adolescente que vive enfiado nos livros e sofre de uma doença grave que os médicos não conseguem curar. Sua tia Marthe resolve levá-lo, mesmo que a contra gosto dos pais, a uma viagem pelos lugares sagrados e cidades santas das diversas religiões, na esperança de encontrar uma cura para a doença de Théo.




Que tal aproveitar a sua paixão pela leitura e também trilhar os caminhos que Sofia foi chamada a fazer ? Posso lhe garantir que será, no mínimo, intrigante. Saiba mais lendo nossa indicação do livro O Mundo de Sofia.






No contato com o misticismo, as religiões e seus rituais, Theo vai encontrando forças que desconhecia e vai melhorando seu estado de saúde.

Por meio da viagem de Théo vamos conhecendo, mesmo que de maneira bastante resumida, a história das religiões: judaísmo, cristianismo, islamismo, passando pelas crenças de povos primitivos até a reforma protestante, do panteísmo às seitas mais radicais, dos pensamentos mais ecléticos e tolerantes aos fanatismos mais exacerbados. Visitamos em Jerusalém o Muro das Lamentações, o Túmulo de Jesus e a Cúpula do Rochedo, símbolos do Judaísmo, do Cristianismo e do Islamismo. No Egito vamos ates as pirâmides e aprendemos sobre a religião dos faraós e sobre o faraó Akhenaton, “criador da primeira religião monoteísta”.

Na Índia, encontraremos um mundo religioso bastante variado, onde a mistura de várias crenças é muito comum. É neste lugar que veremos o Hinduísmo, o Budismo, o Jainismo, o Islamismo e até a antiga fé de Zoroastro, vinda do Irã, e tomamos contato com os Sirkhis. Ainda no Oriente a Yoga, o Taoísmo e o Xintoísmo são também abordados neste livro.

Enfim, esta obra trabalha no sentido de mostrar que desde sempre os homens buscam explicação para a vida e para as coisas que nos cercam. E essa explicação, muitas vezes, surgiu de forma metafísica. É assim que Deuses e Religiões foram nascendo e, cada vez mais, fazendo parte de nossas vidas.

Alguns acham o livro relativamente fraco, pois afirmam que ele não se aprofunda na explicação das religiões e que, também, tem alguns dados que não seriam totalmente precioso. Ora, penso que essa crítica pode até ser verdadeira, mas acho que, no fim, esta obra cumpre o seu papel que é o de mostrar um pouco da história das religiões para aqueles que nada, ou pouco, sabem sobre esse fantástico tema! E, além do mais, caso você passe a se interessar muito pelos assuntos abordados, pode, depois, aprofundar seu conhecimento estudando uma ou mais religiões apresentadas neste livro. Por isso eu digo, vale a pena ler !!!



Gostaria de ler bons livros?
Copyright© 2010-2020 HISTOSOFIA - modelo por Jason Morrow