0

Tempos Modernos

Em 1936, no dia 5 de fevereiro, chegava às telas o filme “Tempos Modernos”. Neste, um dos maiores comediantes de todos os tempos, Charlie Chaplin, vai fazer uma paródia da situação vivida pelas pessoas que enfrentavam, naquele momento, um dos períodos mais complicados da nossa história recente: o da grande depressão. Quem frequentou nossas aulas no ano que terminou, deve lembrar que, por vários momentos, discutimos as diferenças e as semelhanças entre a crise gerada pela quebra da bolsa de valores de 1929, e a crise que enfrentamos hoje. E, com isso, vimos que até o momento uma das maiores diferenças é que hoje, bem ou mal, os governos pelo mundo estão conseguindo evitar que uma depressão aconteça.

Mas, em 1929 a coisa foi diferente. Isso pode ser visto quando assistimos ao filme, e vemos por todos os lados as pessoas lutando contra a situação precária daquele momento. São as máquinas, a exploração, a fome, a necessidade extrema que a todo o momento saltam na tela do cinema. Bem no meio deste caos um "vagabundo" tenta sobreviver. Este, de chapéu-coco, bigode, enormes sapatos e bengala, trabalha em uma fábrica, na linha de produção, e tem como função apertar parafusos. Mas o patrão acha que o trabalho está muito lento e resolve aumentar a velocidade das máquinas. É nesse momento que o nosso "vagabundo" fica preso numa peça na esteira rolante e é arrastado para dentro de uma enorme engrenagem da máquina. Essa vai se tornar uma das cenas mais conhecidas do cinema mundial. Posso até garantir que em algum momento de sua vida acadêmica, um professor, normalmente o de história, já lhe apresentou essa cena para discutir a questão da modernidade, ou da industrialização!

Outro ponto interessante a ser destacado sobre esse filme é que dede 1927, com o filme "The Jazz Singer", o cinema dera um salto para usar sons sincronizados com as imagens. Mas Chaplin resistia a esta nova idéia, continuava com o seu cinema mudo. Este filme “Tempos Modernos” será o seu último neste estilo; não era mais possível lutar contra a mudança!

Para quem nunca viu fica aqui essa dica. Em uma época onde os efeitos especiais importam muito mais que os enredos ou mesmo mais que as interpretações dos atores, um filme como “Tempos Modernos” pode lhe mostrar algo diferente.

Deixo abaixo um link para que vocês possam degustar um pedacinho do filme, que neste caso, é sonorizado pela música Admirável Chip Novo da cantora Pitty

TÍTULO DO FILME: TEMPOS MODERNOS (Modern Times, EUA 1936)

DIREÇÃO: Charles Chaplin

ELENCO: Charles Chaplin, Paulette Goddard, 87 min. preto e branco, Continental


Que tal opinar sobre o que acabou de ler !

Postar um comentário

Seja bem vindo !! Aqui é o lugar onde você pode dizer o que pensa sobre o que acabou de ler em nosso artigo !!

Porém:

- Capriche no português.
- Identifique-se ! Quero poder agradecer a participação.
- Evite palavrões ou palavras que tenham duplo sentido.

Copyright© 2010-2017 HISTOSOFIA - modelo por Jason Morrow